RiaMar

Um mar de mulheres

RiaMar é uma competição que tem como objetivo distinguir uma entrevista em vídeo, realizada por turmas do 3.º ciclo dos agrupamentos escolares do concelho de Ílhavo, alusiva a um tema previamente definido. Este trabalho visa promover a interação com gentes, memórias e profissões marítimas da região.

A entrevista pode adquirir um caráter mono ou interdisciplinar, de acordo com o guião orientador, com supervisão dos professores do conselho de turma.

Na edição 2018, o concurso RiaMar terá como tema Um Mar de Mulheres. O objetivo é conhecer, através das entrevistadas, a retaguarda familiar, nomeadamente a vivência da ausência, a dor, o luto, ou, por outro, situações de protagonismo profissional desempenhado por mulheres nas fainas do mar.

Os trabalhos realizados serão apresentados no decurso do festival.

Obras 2018 submetidas a concurso

Memórias da Avó Zulmira

7º B | Gafanha da Encarnação

Alunos: Carolina Torres, Inês Pereira e Filipe Rocha

Coordenação: Helena Valadares

Entrevista: Avó Zulmira

Entrevista à Tia Rosa

8º C | Gafanha da Encarnação

Aluno: João Pedro Veiga

Coordenação: Isabel Ançã

Entrevista: Tia Rosa

Entrevista a Dona Maria dos Anjos

9º D | Ílhavo

Alunos: Carolina Damas, Juliana Pereira, Maria João Adão e Ana Carolina Oliveira

Coordenação: Maria de Fátima Godinho

Entrevista: Maria dos Anjos e Marieiro Santana

Entrevista: Maria Filomena Graça

9º C | Gafanha da Encarnação

Alunos: Beatriz Almeida, Joana Amarante, André Baltazar e Rafael Casqueira

Coordenação: Judite Teixeira

Um mar de mulheres

8º A | Gafanha da Encarnação

Alunos: Luísa Vilarinho e Beatriz do Bem

Coordenação: Isabel Ançã e Judite Teixeira

Entrevistas: Ti Céu Vechina, Cidália Ribau, Ti Nita (Maria Olívia) e Graça Mariana

Entrevista a Luísa Patela

9º A | Gafanha da Encarnação

Alunos: Inês Silva e Mariana Ribau

Coordenação: Isabel Ançã

Entrevista: Luísa Patela

Entrevista

9º B | Gafanha da Encarnação

Alunos: Inês Gramata e Francisca Almeida

Coordenação: Judite Teixeira

Entrevista: Maria Acelina Um mar de mulheres. Tantas mulheres, tantas fainas

8º A | Gafanha da Nazaré

Alunos: André Almeida, Carolina Ribau, Catarina Brito, Dalila Rodrigues, Diana Ferreira, Diana Maia Fábio Marques, Getrude José Sá, Lara Lopes, Lea Reis, Maria Francisca Aguiar, Maria Tavares e Sara Pombo

Coordenação: Maria Amélia Pinheiro e Maria Paula Reis

Colaboração: Carlos Buco, Carolina Estanqueiro, Joana Ribeiro, Jorge Tavares e Rita Portas

Entrevistas: Alexandrina Santos, Benedita Fernandes, Fátima Viana, Graça Maria, Júlia Estanqueiro, Lúcia Pombo e Maria Assunção

Normas de Participação

DOWNLOAD

Guião de candidatura

A candidatura de uma entrevista a concurso implica o conhecimento e aceitação das Normas de Participação.
As entrevistas devem ser submetidas a concurso até ao dia 18 de março de 2018.
Cada turma apenas pode submeter uma entrevista a concurso.

A candidatura de uma obra a concurso deve ser feita do seguinte modo:

  1. Preenchimento do formulário de inscrição disponível em www.marfilmfestival.pt;
  2. No caso de menores, os Encarregados de Educação devem preencher obrigatoriamente a declaração disponibilizada na página do festival e enviá-la para marfilmfestival@cm-ilhavo.pt
  3. Enviar o filme e uma fotografia (em formato jpeg) através da plataforma www.wetransfer.com, procedendo da seguinte forma:
    1. Entrar na página www.wetransfer.com;
    2. Selecionar “Take me to free”;
    3. Selecionar “concordo”;
    4. Selecionar o ficheiro do filme e a fotografia;
    5. No email destinatário colocar marfilmfestival@cm-ilhavo.pt;
    6. Transferir e aguardar pelo completo envio do ficheiro.

Os candidatos devem considerar as obras submetidas depois de receberem um email de confirmação de receção da organização do festival.
Após a submissão os autores serão informados da aceitação ou exclusão da obra a concurso.

Formulário de inscrição

Identificação de dois alunos de contacto
Identificação de dois professores de contacto
Obra a submeter a concurso

Declaração do Encarregado de Educação

Faça download da Declaração do Encarregado de Educação, preencha, assine e envie para o email marfilmfestival@cm-ilhavo.pt.

Vencedores Memórias de RiaMar 2018

Um Mar de Mulheres, de Luísa Vilarinho e Beatriz do Bem
8.ºA Escola Básica 2,3 da Gafanha da Encarnação

 

Menções honrosas:
Um Mar de Mulheres. Tantas mulheres, tantas fainas
turma 8.ºA Escola Secundária da Gafanha da Nazaré

 

Entrevista à D. Maria dos Anjos
turma 9.ºD Escola Secundária Dr.João Carlos Celestino Gomes

Júri

Júri_Maria-José

Maria José Santana

Jornalista

Maria José Santana, natural de São Salvador, Ílhavo (1976), é jornalista profissional há 20 anos. Foi a rádio que a levou a render-se ao mundo da comunicação – começou na Rádio Terra Nova e passou, também, pela extinta Aveiro FM –, mas não tardou muito a cruzar-se com a imprensa escrita.

Atualmente, trabalha no Diário de Aveiro e colabora regularmente com o jornal Público. Mestre em Comunicação e Jornalismo pela Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, Maria José Santana é ainda autora do blog “Mulher do Leme”, onde escreve sobre aquilo que lhe dá mais prazer: viagens, cultura e ócio. Em 2014, lançou o livro Até que o mar nos separe, inspirado nas vivências da sua terra natal.

Júri_Nuno-Miguel

Nuno Costa

Museu Marítimo de Ílhavo

Antropólogo, mestre em Museologia pelo ISCTE com a tese “Mulheres de Bacalhoeiros: Sazonalidade e Género”. É responsável pelo projeto expositivo do Museu Marítimo de Ílhavo desde 2015 e investigador do CIEMar-Ílhavo desde 2012.

Júri_Rita-Marnoto

Rita Marnoto

Universidade de Coimbra

Rita Marnoto é professora na Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, onde leciona na licenciatura em Línguas Modernas, no mestrado em Estudos de Cultura, Literatura e Línguas Modernas e no doutoramento em Línguas Modernas: Culturas, Literaturas, Tradução; e do Colégio das Artes da Universidade de Coimbra, onde leciona no doutoramento em Arte Contemporânea. É membro do Centro di Studi Europa delle Corti (Roma, La Sapienza), do Centre d’Études Lusophones (Université de Genève), do Centro de Literatura Portuguesa e do Centro Interuniversitário de Estudos Camonianos.